02 junho 2006

São Paulo, cidade maravilhosa

Uma amiga sempre diz que só quem gosta de São Paulo é jornalista. Talvez.

Não posso negar um certo fascínio por essa cidade gigante, pela diversidade de vidas, de olhares, de opções, de prazeres.

A última vez que explorei Sampa foi em 1998. É muito tempo pra ficar afastado. Nos últimos anos só vi a cidade de cima, ou pior, fazendo “baldeação” num dos dois aeroportos.

Na verdade, estou indo para Bauru – que só conheço pelas peças do Mauro Rasi -, mas seria impossível não aproveitar um ou dois dias entre os restaurantes, galerias, museus e teatros da verdadeira capital brasileira.Vou sem roteiro, cheio de vontade e louco pra me divertir depois de um par de anos estafante.

Se eu não aparecer mais por aqui, já sabem: me perdi em algum canto da Ipiranga com a São João. Ou acabei nas mãos de Marcola & seus presidiários.

6 comentários:

cida disse...

Prefiro que te percas nas esquinas da Ipiranga com a S. João. Eu não sou jornalista e adooooooooooro a cidade da garoa. Na minha próxima ida à paulicéia eu irei ao Museu da Língua Portuguesa - um lugar imperdível, além da beleza da estação da Luz.
Boa viagem, bons contatos e bom passeio!!!

Adri Amaral disse...

eu amo Sampa!!! boa viagem, eu tive ai bem nos dias dos ataques e nao foi possivel aproveitar muito.

Ana disse...

Que tudo corra bem e voltes cheio de histórias pra contar!
:)

Sean Hagen disse...

*


SP sempre é interessante, haja o que houver.
o difícil é achar um cyber decente.
e bota difícil nisso.
obrigado pela força e até breve!



*

Anônimo disse...

Bem, que vc volte são e salvo de Sampa.:)

beijo,

Mari Paiva
www.maripaiva.zip.net

Thelma disse...

Sampa é muito legal! Eu gosto!
Tá bem, nao vou para Trinidad, mas tu tens que prometer que virás aqui algum dia. Beijinho.