11 outubro 2006

Feriado filosófico

Tá na Folha On-line de hoje: 1,5 milhões de veículos devem deixar São Paulo no feriado prolongado.

É como se cada um dos moradores de Porto Alegre – e mais alguns visitantes – pegasse um carro e fosse viajar. Imagina aquele bebezinho de apenas dois meses xingando o velhinho de 98 por ultrapassar em alta velocidade pela direita. E a brasília arriando nos quatro pneus 1972, originais, bem na frente do pedágio.

Daí o trânsito vira caos, todo mundo briga, buzinaço pra todo lado, tranqueira. Decididamente, bebês de dois meses e velhinhos em alta velocidade não deviam dirigir em Porto Alegre.

Vou me mudar pra São Paulo. Brasília nunca.

8 comentários:

Graziana disse...

que coisa, acho que eu não me mudaria para São Paulo, sei lá...
o RJ sempre me chamou mais atenção :)

Que chita bacana! disse...

xonzin, porque Brasilia nao? fala que eu sou devagar...

Rosamaria disse...

Eu nunca iria pra São Paulo, Sean!Não dirijo em POA, não conheço o trânsito e acho uma loucura.

Mas me convidem pra ir pra Floripa pra ver se não arrumo as malas na hora!

Vou te mandar a história de uma loira que recebi hoje.:)

marcia disse...

por isso ficar em sampa nos feriados prolongados sempre foi tão maravilhoso. :D

Anônimo disse...

Not typically do people just like us get along stated above internet page with so great deal inside references which are in requirement. - tropical fish

Mariana disse...

Brasília não tem beco... nem boteco... e tem gente sem importância que se acha importante demais.

Preconceito mesmo.

Ponto.

Vini disse...

isso eh alguma indireta pra milena? "brasilia nunca" .rssssss

Sean Hagen disse...

*


MARCOS
nem com diretas a gente acerta aquele monolito, que dirá com indiretas.

já faz parte da opep, figura?



*