09 abril 2007

Mentiras sinceras me interessam

Demorou! – como dizem os cariocas. Uma novelinha de 80 capítulos está circulando no MySpace, o site de relacionamentos que os norte-americanos mais usam. Todo dia um capítulo de um minuto e meio é jogado na rede. Mas longe de ser algo toscamente amador, é uma produção assinada por Michael Eisner, um ícone no mundo dos negócios, o cara que fez a Disney entrar no futuro. Ou seja, milhões de dólares estão nessa brincadeira.

A sacada de Prom Queen – Rainha do baile de formatura – é que as pessoas vêem a historinha e interagem com os personagens como se eles fossem verdadeiros. Todos têm perfil no MySpace e podem ser adicionados como amigos. Dê uma olhada no primeiro espisódio, com um garota de lingerie e um mistério a ser descoberto. Algo meio Twin Peaks juvenil.

Para os marketeiros isso é o paraíso, com a possibilidade de vender desde pasta de dente até carro, tudo com o aval “verdadeiro” de cada figura da novela. Vai ser interessante perceber como as pessoas se comportarão brincando com uma mentira que tem aparência de verdade. Sempre lembrando que parecer pode assumir a força de ser em muitos casos.

Esse embaralhar de possibilidades, em que real e ficcional se misturam, é uma porta que a internet abriu como ninguém. O Orkut, que aqui no Brasil tem um sucesso tremendo, é uma prova disso. Cada um pode ser o que quiser, dizer o que quiser, recriar-se, ser outro, ser múltiplo: mulher pode virar homem, criança virar adulto, graduado virar doutor. Quantos desses perfis fakes são de pessoas que conhecemos e nem imaginamos que sejam delas? Mentira e verdade rondam todas as relações nesse ambiente, e só quem conhece realmente o outro pode perceber as nuances. Como isso já é complicado no mundo real, vira uma tarefa hercúlea no virtual. Mas que é divertido, isso é.

17 comentários:

marcia disse...

este é um dos assuntos que mais me fascinam.
por isso sou half/half, como vc tão bem definiu.

a internet nos permite viver todos os personagens, dizer as maiores barbaridades, ver as maiores sacanagens, experimentar quase sem riscos.
se vc não deixa de viver sua vida real, o virtual é um ambiente interessante de descobertas, sensações, experiências, emoções.

perfil fake: se vc ainda não tem um, não sabe o que está perdendo. :P

Rosamaria disse...

uau!!!!!!!

a pinta, além de blogs, tem perfil fake!!!

eu sou bocaberta! tudo o que digo é verdade. quem sabe um dia eu entro nesta!! vou pensar sèriamente...

claudia lyra disse...

Gente... tenho medo, sabia? Mas, como não confessar, já tentei manter um fake na internet. Não consegui, me enrolei um pouco pra manter a coerência; tadinho do fake, não durou nem um mês...

Graziana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Graziana disse...

vou ver a novelinha, já tinha lido sobre isso e tem aquele site o second life, as empresas estão apostando muito nisso, querem vender...

e eu li o verissimo sim, não eu não ri, sabe eu até gostava do verissimo...

Lu disse...

Vi sobre este assunto na tv. Até pensei em ver por curiosidade, mas confesso que não me atrai em nada, assim como o orkut. Tô lá. Mas só passeio e faço comentários sobre as fotos, dos amigos. E é só.

Eternamente Berenice disse...

Nossa vou ver a novelinha depois comento melhor. Essas mentiras sinceras me interessam...

Maroto disse...

Pinta, Pinta, eu também achava que era quase sem riscos. Mas ando descobrindo que esses fakes são a gente em carne viva.

Vivien disse...

eu prefito continuar sendo eu mesma e me relacionando com que (acho) que tb é "real".Dá menos trabalho.;0)Aqui ou em qq lugar.

Adriana Amaral (Lady A.) disse...

é concordo com o maroto, meu fake não tava dando muito certo no orkut, mas ele existe só nao acesso quase...

marcia disse...

como diz um amigo meu, sábio filósofo de bar, não podemos esquecer que por trás de todo fake existe alguém real. beeeem real. :)

Fabi disse...

Me divirto também!
Toda mentira tem seu fundinho de verdade... As vezes se torna necessário.
Beijos

ederson disse...

hum... novelinha é bom, mas MySpace sucks... vou tentar ver para poder botar defeitos depois

Clélia Riquino disse...

Maior Abandonado
Cazuza & Frejat


Eu tô perdido
Sem pai nem mãe
Bem na porta da tua casa
Eu tô pedindo
A tua mão
E um pouquinho do teu braço

Migalhas dormidas do teu pão
Raspas e restos
Me interessam
Pequenas poções de ilusão
Mentiras sinceras me interessam
Me interessam

Eu tô pedindo
A tua mão
Me leve para qualquer lado
Só um pouquinho
De proteção
A um maior abandonado

Teu corpo com amor ou não
Raspas e restos me interessam
Me ame como a um irmão
Mentiras sinceras me interessam
Me interessam

Migalhas dormidas do teu pão
Raspas e restos
Me interessam
Pequenas poções de ilusão
Mentiras sinceras me interessam
Me interessam

Estou pedindo
A tua mão
Me leve para qualquer lado
Só um pouquinho
De proteção
A um maior abandonado

Chawca disse...

Hoje em dia tem tanta coisa falsa por aí que não dá pra acreditar mais em nada...
Os valores se inverteram,,, mas quem liga pra eles??

Eu nãoi ligo...

Maitê disse...

é engraçado. Quem quiser ser Gianecchini, pode ser. hehehe

Abs

Arnaldo disse...

Acho que pode ser divertido, essa coisa de fingir, de brincar de ser alguém. Mas acho mais tesudo se mostrar de verdade. É mais emocionante. É mais arriscado!