02 outubro 2007

Imparcialidade

Aipim gúcho é assim: grande, grosso e pesado.
Eita!
Uol Últimas Notícias
Aposentado Santo Rodrigues, 84, colhe com a ajuda de vizinhos raiz que pesa cerca de 80 quilos, com 22 mandiocas, a maior delas de 70 cm; o aposentado, que mora em São Borja (RS), diz que não usou adubo.

23 comentários:

Graziana disse...

e não usou adubo hein..
gaúcho é gaúcho :)

Lu disse...

Mas se n�o for macio, n�o adianta ser grande, grosso e pesado.
Oq importa � a qualidade!!!

Rosamaria disse...

tô com a Lu. tem que cozinhar no máximo em 20', senão não presta.

Maria Helena disse...

Sean,
Vai comer "vaca atolada" para o resto do ano.

Maroto disse...

isso aos 84 anos, mas dizem que ele plantava ainda maiores e melhores quando era moço!

marcia disse...

tem gente que gosta de mandioca mole. e tem gente que prefere dura.

ederson disse...

isso me lembra que eu gosto de aipim, mas nunca compro, porque sempre fica duro, por mais que eu cozinhe. alguns pedaços ficam macios, é verdade, mas tem sempre uma grande porcentagem que não cozinha direito. deve haver algo que eu faço errado.

Claudia Lyra disse...

Deus nos proteja dos aimpins gaúchos!!!

Anônimo disse...

Aipim migúcho.

Reges.ts disse...

70 cm
nossa!

marcia disse...

é, Ederson, existe toda uma técnica. não só ir pegando, descascando e querendo que fique bom. :~~~

Sean Hagen disse...

*


GRAZI
tudo natureba, sem aditivos.



LU
a maciez vem com o trato.
bem trato, fica macio como nunca.



ROSA
puxa, como vc é exigente.
o pobre aipim ficou magoado ao ouvir a expressão 'não presta'.
triste.


MARIA HELENA
haja vaca pra desatolar, hein?



URUBUA
já pensou o tamanho do aipim do velho antes?
chega a dar medo.
uma coias dessas pode desestabilizar toda a economia.



MARCIA
qual a tua?



EDERSON
um rapazinho grande como vc já devia saber cozinhar aipim, né?
essa coisa se mole/duro/mole/duro não dá.
tá faltando técnica.



CLÁUDIA
como assim?
como assim?



ANÔNIMO
né, não?


REGES
e grosso.


MARCIA
vc tá convocada a fazer o polígrafo "dê um trato no iapim: de duro a mole em dez lições".





*

Cátia disse...

Eu não gosto de aipim, não me apetece nem um pouco, mas em todo caso, é impressionante o cultivo do senhor aí da foto. Guiness pra ele!

maristela disse...

olha, o pesado é que me incomodou.
bj

Carlos Eduardo Carrion disse...

Sean, não vou falar em aimpim para não despertar invejas fálicas (frase de duplo sentido que só nós homens entendemos.
O que eu quero é que me mandasses o teu e-mail,se possível, para o ccarrion@uol.com.br
Um abração

Penkala disse...

é. como disse a claudia... ou mais ou menos como ela disse...

DEUS NOS LIVRE DOS AIPIM DOS GAÚCHO

se bem que...

Mariana Mesquita disse...

Pra que tanto, hein?
Hehehe.

BABI SOLER disse...

eu, hein?
Haja saúde sem adubo, rs!!!

Reges.ts disse...

Sean
Manda a foto para a revista Júnior.

Cristiane Martins disse...

Gaúcho é machochô hehhehee
Que hilário

marcia disse...

em dez lições?

1) observe o universo das mandiocas;
2) escolha a melhor mandioca;
3) ao escolher a mandioca, esqueça o que sua mãe ensinou;
4) ao levar a mandioca para casa, faça-a se sentir a melhor mandioca do mundo;
5) demonstre seu prazer ao lavar a mandioca, ela sente suas vibrações;
6) segure a mandioca com firmeza, ela é sua;
7) descasque a mandioca com gentileza e vontade;
8) cozinhe bem a mandioca, mas não deixe passar do ponto;
9) ao comer, não esqueça do fiozinho do meio;
10) coma até o final, é feio deixar sobrar mandioca com tanta gente passando fome na Etiópia.

Débora Elman disse...

marcia, pode lavar depois de descascar.Contribuição de orientanda para a teoria mandiocal.

Sean Hagen disse...

*




CÁTIA
nenhum aipinzinho?



MARISTELA
ah, xuxu, leva todo, mas usa só a parte da raiz que vc quiser.



CARRION
ok, vamos fazer de conta que só nós entendemos.


PENKALA
tenta o aipim japonês.


MARIANA
será que dá pra congelar?


BABI
a natureza é generosa com alguns.
só com alguns.



REGES
uma tal de Ângela que parece saber tudo dessa revista.
vou perguntar pra ela.



CRISTIANE
o veio não acha hilário, pelo contrário, tá muito feliz com aipim dele.



MARCIA
nada como uma doutora em madioca.
fez uma verdadeira bíblia do aipim.



DÉBORA
nesses momentos é que a gente vê as diferenças entre uma pesquisadora em formação e uma plena.




*