06 novembro 2007

...

Sabe quando você não tá nada a fim de fazer uma coisa, e fica se obrigando a achar que é legal, que vai ser bom? E de tanto repetir, finalmente se convence de que vai valer a pena, e de que no fundo é uma grande oportunidade? E com isso ganha uma injeção de ânimo pra correr atrás, procurando alternativas pra que tudo funcione bem? Até que ouve o velho e irritante nã-nani-nanã, o que você quer e como você quer não podem ser feitos?

Pois é.

14 comentários:

Eva disse...

Ah, a gente devia ouvir mais a intuição. Se lá no começo não estavas a fim, é porque uma parte bem mais esperta e não tão racional da tua pessoa tava sinalizando algo. Pensar muito não faz bem, é o que eu sempre digo (o não que dizer que eu consiga fazer - ou melhor, não fazer). Mais sorte na próxima.

Graziana disse...

sim, sei!!
mas também não pdoemos deixar de acreditar que na próxima vai ser melhor, nem sei pq tô otimista hoje...
beijos

Lu disse...

Eu como sou teimosa de nascença, sempre faço isso.
Pois é.

Elis disse...

Ô se sei. Mas e daí? Tento, oras. Posso até dar com a cara no muro, mas não vou me arrepender depois, afinal, tentei.
Ah e desencana, que pra tudo dá-se um jeito. Kd o seu lado se-vira-nos-trinta brasileiro?

:o*

Ps: Voltei. Deu pra perceber, né?!

cida disse...

A meu ver, existem duas alternativas: retorna-se ao estado inicial, ou seja, relaxar e não ir, ou coloca o plano B em ação - ir e aproveitar o que for possível. Sei que, às vezes, não dá pra fazer tudo o que se quer, mas, podemos decidir o que for melhor para nós.

Espero que fiques bem em qualquer decisão que tomares.
Abraço

Rosamaria disse...

o que tu não pode é deixar de correr atrás, se não conseguiste desta vez vais conseguir em outra. eu não te disse que consigo tudo o que quero? pois é assim que eu faço. às vezes é muito difícil, engambelam a gente e a gente pensa que já conseguiu,no fim não dá certo. vai de novo.

eu ainda vou tirar na loto. tô tentando.

ah! se é pra tu ires visitar essa aqui de cima, vai.

bjim.

Maroto disse...

é por isso que eu acho que as injeções de ânimo deveriam ser proibidas. O efeito rebote é ainda pior que os colaterais

BABI SOLER disse...

já passe por essa situação várias vezes.
É como receber um balde d´agua na cabeça.

beijo

Rosane Vargas disse...

Auto-enganação não funciona. Se a gente SABE que a coisa não é legal, ela não vai mudar por pensamento mágico. Mas não pra se martirizar, faz parte do "ser" humano. grande beijo

marcia disse...

vc sabe que eu não faço o jogo do contente.
o que é um saco, eu digo: putz, que saco.
é bom ser honesto consigo mesmo e com suas sensações.

Karina disse...

Eu sou da seguinte opinião:
Tá no inferno, abraça o capeta.

Bjos

vagem again disse...

tenho uma amiga sábia que cunhou o único mandamento razoável da vida: ninguém é obrigado a nada. e só.

Ana disse...

Sei. Dá uma raiva!

PULCHRO disse...

Putz.
Passei por isso esses dias na facul.Eu tinha uma puta de uma responsabilidade. Precisava apresentar um trabalho para a turma e para o professor. Estava com medo desse bendito trabalho. Resolvi encara-los. Apresentei e no final, só elogios recebidos.
Depois disso, animação total.