30 dezembro 2007

Certezas

-----------------------------------------------------------------------------------------------foto sean hagen

Somos urdidos mais por regularidades do que por irrompimentos. Acordamos todo dia na mesma hora, voltamos pra casa pelo mesmo caminho, começamos a escovar os dentes pelo mesmo lado, repetimos as mesmas marcações. Até que um dia simplesmente mudamos. Ou porque desconectamos da mesmice, ou porque descobrimos uma nova maneira de agir. E quando essa ruptura ganha corpo, duas questões se colocam: quem é esse eu desconhecido que ousa quebrar a rotina do já-sabido? Quem é esse ex-conhecido que causa estranhamento por reagir de forma diversa ao esperado?

Certezas imutáveis podem ser tão enganadoras quanto mentiras. A repetição mecânica esvazia a verdade que as torna vivas. São como fotos que amarelecem com o tempo contando sempre a mesma história. Há certezas que precisam ser destruídas para formar verdades mais coerentes. Mesmo que seja um processo frankensteinsiano, em que partes do todo são costuradas com fragmentos de vida e átimos de tempo.

Dois mil e sete finda mais uma passagem temporal nas verdades que carregamos vida a fora. Propiciou a chance de perpetuar certezas, mas também de destruir outras tantas, num movimento nem sempre coerente: saber o que realmente deve ser confirmado e o que deve ser descartado.

Não foi nada fácil pra mim, com certeza. Foi um período de perdas, de erros, de dores e decepções. E ao mesmo tempo, de reconfirmações, descobertas e encontros. Um ano que causou um rebuliço nas verdades que eu tinha como certas, mas que apontou novas perspectivas.

Espero que 2008 seja um ano marcante pra todos nós. Não apenas pelas coisas grandes que possa proporcionar, mas pela oportunidade de nos fazer melhores. E que pelo menos esta certeza seja irrefutável em 2009.

45 comentários:

Maroto disse...

destruir certezas, abandonar rotinas, fazer diferente para tirar a mecanicidade é para os fortes e corajosos. A felicidade também. Será coincidência?
Na passagem do ano, sinta o abraço das minhas penas negras e saiba que torço por ti.

Rosamaria disse...

todos nós mudamos, Sean, graças a Deus! no início do teu post lembrei dos dias que tinha que escovar os dentes, comer, etc, com a mão esquerda. é difícil, como todas as mudanças que fazemos em nossas vidas, mas ativei meus neorônios, fiquei mais ágil.
e isso não é nada, perto das outras mudanças da vida. espero que as reconfirmações, descobertas e encontros deste ano sejam tua felicidade em 2008 e que te façam melhor (pode?).
bjão.

Arnaldo disse...

Permitir que nossas verdades sejam destruidas é sinal de coragem e maturidade, meu amigo.

Desejo que em 2008 tenhamos ainda mais coragem de deixar nossas verdades expostas. Só assim cresceremos mais e mais.

cida disse...

Se dar conta de que as certezas nem sempre são certas, não é pra qualquer um.Só para pessoas corajosas e abertas para o novo. E tu és dessas pessoas corajosas, batalhadoras e inquietas, que sempre estão buscando algo para se melhorar.

Querido amigo, obrigada pelo estreitamento de nossa amizade e pela convivência contigo, nesse ano que se finda.
Um abraço carinhoso

Maitê disse...

Xôn. Feliz Ano Novo. Que tudo que tu busque se concretize.

Abs

Luís Galego disse...

EXCELENTE ANO, PARA O BRASILEIRO MAIS IRLANDÊS DA BLOGSFERA...

P.S Se tiveres paciência lê o meu último post, porque gostaria que aquele desafio te fosse extensivo. Um abraço!!!

Débora Elman disse...

Passei para te deixar um beijo,bem cedinho. Uma agenda em branco nos espera.Com muitos pontos de interrogação, reticências e exclamações. E pontos finais.

Anônimo disse...

Feliz Ano Novo Sean!

Melly

maristela disse...

Te invejo. Tenho ainda tanta certeza pra derrubar. Bem vindo de volta
bj

Menina Ruiva disse...

Feliz 2008! Vim comentar pq amei o Mike espalhado pelo Blog! Bacana, gostei e vou voltar!
Tudo de bom, nesse ano novinho.
Até +

ale disse...

Parabéns pelo belo texto, tão cheio de verdades. Como uma leitora assídua do Calçolas, tomei a liberdade de passar por aqui e deixar meu registro. Prazer, Ale.

Reges.ts disse...

que seja!

:o)

Anônimo disse...

quanto otimismo!
Creio que ao longo do tempo só pioramos, ou melhor aprimoramos os defeitos, mesmo assim feliz 2008,

Ana disse...

É bem isso, Sean, que quero pra mim em 2008:
"Desconectar da mesmice"!
A expectativa de poder fazer difernte já me deixa toda animada!! heheheh!

"Obrigada" por tantas coisas boas do ano que passou! Aprendi muito contigo! E que 2008 seja tudo o que desejarmos e pudermos fazer de bom!

Thelma disse...

Para mim, o ano de 2007 foi difícil. Especialmente difícil. Foi um ano de perdas dramáticas (várias), de dores intensas e de grandes decepções. Mas, como tu apontas, também teve seu lado positivo e bonito. Foi um ano de descobertas, de bons encontros, de afinar sintonias e de buscar novos caminhos. E o nome disso é vida.
Eu, como outras pessoas que te acompanham há algum tempo, me sinto contente por ter te "encontrado"!
Que 2008 seja um bom ano para todos nós! Saúde e alegria, querido!

Rosane Vargas disse...

Eu já sei o que preciso derrubar, mas cadê que consigo? Tentativa é a minha certeza para 2008.
Gde bj.

Nana disse...

Sairemos da mesmice com certeza, a começar pelo início do ano afastados, é bom mudar e sempre tentando melhorar. Torço por ti e tenho certeza que esta ano de 2008 será todo seu!!!!bjs e saudades

carme disse...

Me sinto tão feliz quando consigo mudar algo em mim para melhor, mas é realmente difícil derrubar velhos costumes e especialmente os preconceitos que nos acompanham desde sempre. Um ótimo 2008, sinto que meu 2007 foi bom também por poder ter convivido com pessoas como tu, beijão

carmen abreu disse...

Me sinto tão feliz quando consigo mudar algo em mim para melhor, mas é realmente difícil derrubar velhos costumes e especialmente os preconceitos que nos acompanham desde sempre. Um ótimo 2008, sinto que meu 2007 foi bom também por poder ter convivido com pessoas como tu, beijão

Eva disse...

Putz, anos difíceis são f... . Mas aí me vem de novo aquele papo do Hermann Hesse, que disse, lá pelas tantas em Demian, que pra nascer a gente tem que destruir um mundo. Tá, eu sei, é piegas e poliana, mas o que é que vou dizer se uma parte da minha natureza insiste em ser assim? 2008 vai ser um baita ano, pode crer. Happy new year. Bjs

Karina disse...

E é nessa q aprendemos, destruindo nossas certezas e construindo novas formas de agir e pensar.

Um 2008 maravilhoso pra vc.

- cheguei aqui pelo blog da Camu, gostei muito e voltarei outras vezes.

abusnello disse...

Xôn, mestre. Desconstruir é preciso.... Muitas vezes nas viradas de ano damos apenas uma "reformadinha" básica no que somos, mas por trás do novo papel de parede está o mesmo tijolo velho. E tem horas que decoração já não basta, tem que mexer nas estruturas. Feliz de quem tem saúde, coragem e amigos pra fazer isso!
Brindo à descontrução, porque demolição é meio drástico. Afinal, muitas vezes basta colocar os tijolinhos numa ordem diversa, não precisa quebrar os coitadinhos.
E se precisar de um apoio irlandês, estou aqui. Agora ando bem entendida de Seans! E de Patricks e Seamus também, se pensares em trocar de nome no meio disso tudo.
Beijo!

BABI SOLER disse...

Feliz 2008 pra vc!
Beijo.

Sirlei disse...

2007 foi um ano de mudanças e adaptações. No fundo sabemos o que deve ser descartado, mas o difícil é descartar. É como se estivéssemos nos esticando ao máximo para segurar o que na verdade já se foi. Confirmar sempre é bom, dá esperança, alento.
Feliz 2008!

venuss disse...

2008, seja bonzinho e mauzinho com o Xôn.
Bonzinho pra ele continuar inspirado nos posts; mauzinho pra que ele siga guerreiro e se fortaleça cada vez mais.
Tá, mas 2008, pode caprichar na qtidade de dias bons pq o guri merece.

São disse...

Ói!
Todos nós vamos mudando ao longo da vida e todos nos reconstruímos mais ou menos penosamente, não é?
Mas isso é a essência mesma da Vida!
Feliz 2008!

Crisss disse...

Olá!
dei uma olhadinha aqui por acaso e achei interessante pq me senti um pouco parecida.
Gostaria de conversar contigo pq andei passando por momentos bem complicados e ontem tive uma idéia p meu trabalho de conclusao na facul. Sei lá, mas acho q seria legal expor p ti e saber o q tu me indicaria.
Um abraço e aguardarei tua resposta.
cristiane salgado

Graziana disse...

que 2008 tenha mais ganhos que perdas, seja mais recheado de amor, paz, alegrias, saúde!

belo texto ;)
beijos

Denis Barbosa Cacique disse...

Olá Sean!

É a primeira vez q visito o seu blog, e esse primeiro texto causou uma impressão muito boa.

Tbem acho que "Certezas imutáveis podem ser tão enganadoras quanto mentiras" e que "A repetição mecânica esvazia a verdade que as torna vivas". Exemplos desse tipo de coisa se acham por aí aos montes, mas gostaria de saber em que vc estava pensando qdo escreveu tudo isso! Fiquei realmente curioso.

Um abraço e muito prazer, Denis

Karina disse...

Lindo texto!
Feliz ano novo pra tí!
E devemos mesmo sair da rotina...isso pode causar LER.
Bjos

Cátia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cátia disse...

Quero mais ceetezas do que dúvidas em 2008. Quero tudo. Quero a felicidade de todos também! Seja feliz! brindemos às certezas!

Fabi disse...

Como diria minha avó, 'que os anjos digam amém!'
Que 2008 seja marcante por coisas positivas, gostosas e leves.
Feliz ano novo, feliz todos os anos!
Beijos.

Rosamaria disse...

Sean
o teu blog é MUITO BOM, sim senhora!
vai lá ver. mesmo que não gostes de prêmios e selinhos, o teu vai ser sempre bom pra mim.
bjim.

joca bum disse...

hummmm...tá com preguiça de escrever xôn? falta de tempo?? Te mandei torpedo de ano novo e tu fez ombrinhos! beijão zzz...

Uma menina descobrindo o mundo... disse...

Gostei muito de suas palavras...
As mudanças... Mudar se torna cada vez mais difícil para muitos, pois buscam a certeza, esperam se solidificar e manter a estabildade...

Vou linkar o estranho mundo de xôn, pois espero me satisfazer mais com textos futuros.

Beijos.

Paulo Vilmar disse...

Sean!
E que venham as certezas! Ou não? Estou em dúvida...
Um ótimo 2008 e um abração.

Lauren disse...

tá demorando demais pra postaaaaaaar!
vamos vamos!
to esperando.. AUIHaUIAHuihauiHAUI
brincadeira

beeeeijãããão

Anônimo disse...

Ei moço, tá sumido! Volta vai! Bjs

Anônimo disse...

Ei moço, tá sumido! Volta vai! Bjs

Sílvio Moura disse...

Já estou mandando energias positivas para ti em 2008. Espero que esse ano seja ótimo para mim.


Vamos conversar sobre PAIXÃO?
VEM!!!


http://www.pulchro.blogspot.com/

BABI SOLER disse...

cof, cof!
Por onde anda o dono desse blog?
Eu quero ler URGENTE!

Reges.ts disse...

Xôn, tu tá aí?

Maria Helena disse...

Sean,
Deus te ouça. Tb espero um 2008 muito melhor para todos.
Bjs

Chawca disse...

Destesto comodismo..

Muita gente não muda nada nunca porque mudar dá trablho, e é muito mais cômodo continuar como está...

Amém para a parte final do seu texto..

Um abraço