25 abril 2009

Então

Um dia a gente acorda e percebe que nada mudou.

10 comentários:

Marcia disse...

a única mudança que interessa é a interna.
e o que já era muito bom se torna magnífico, estupendo, maravilhoso.

laurastorch disse...

o cara da platéia mais feminina do brasil acadêmico, e ainda reclama... tsc, tsc, tsc.

querido, te devo um abraço real!
sai pra aula do "Jure"...
Mas fui pq sabia dos A A A A!

Mega parabéns, tah?! Bjoks

pen*ka*la disse...

nada mudou, né? tu continua briguento, continua pensando no boa noite do bonner, tu continua pensando na mardita tese. vai mudar, babe. vai mudar. na primeira oportunidade que tu tiver de escrever DOUTOR nalgures... aí sim muda.

só não muda muito, não, tá? nem pra tão longe. eu ainda estou esperando conhecer as maravilhas culinárias que dizem por aí que tu faz, como todo turquinho, né?

ou será que dotô ainda cozinha, hein?

(a Laura saiu mais cedo porque não suportou a pressão. ela já tá com medo de sentar no teu lugar. e isso que faltam 4 anos ainda... pior é que agora Pintinha vai se agarrar nela como uma fofolete daquelas com velcro, só de carência de não ter mais o xôn pra puxar as orelhas!)

cida disse...

Olha que mudou......
agora é curtir esse novo momento e tirar proveito das coisas boas que aconteceram nessa etapa que se finda.
Boa sorte nessa nova caminhada, amigão
Um abração

Rosamaria disse...

como nada mudou? tá tudo trocado de lado. o Mike tá pequeninho, o nome do blog da Thelma tá SilmplifiCanco, tu tá de cara séria demais e tem aquele baita olho lá no fim do blog. quê mais?

nada, cosquirídia, mas se a Márcia, que é quem sabe das coisas, diz que tu mudaste interiormente,e de bom ficou magnífico, estupendo, maravilhoso, não precisa mais nada além de colocar uma foto sorrindo.

bjim.

Graziana disse...

então, encerrado Dr?
manda noticias!!!
bjos

venuss disse...

oi, dotô.
pior é qdo a gente não acorda mais.
(venuss em dia mais do que pessimista)

Anônimo disse...

Escola Pedro Bial de jornalismo poético...

Anônimo disse...

: )

Leandertal disse...

Um dia a gente não dorme e percebe que tudo mudou.
Que legal te ler de novo.